A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Exercitando-se no verão escaldante de 2014

O mundo está enfrentando uma onda climática bem estranha. Nos países do norte as temperaturas chegam a 50 graus negativos, e por aqui existem pontos onde a temperatura está beirando os 60 graus. Na partida de estreia do Gauchão 2014, entre Grêmio e São José os jogadores precisaram colocar seus pés em baldes de gelo para conseguir sustentar temperaturas tão altas.

Para quem faz exercícios com freqüência, o calor extremo pode ser um problema muito sério. Não só porque a temperatura está muito alta, mas porque normalmente o calor vem acompanhadas de raios UV mais agressivos e um ar de menor qualidade. Essa combinação de elementos contribui para inúmeras doenças, mas que podem ser prevenidas.

Compilei algumas dicas essenciais para quem quer se exercitar durante este rigoroso verão.

Use roupas leves e de coloração clara

Pelo alto calor, homens e mulheres tendem a diminuir a quantidade de roupas, aumentando sua exposição ao sol. É importante evitar correr e praticar atividades físicas sem camisa ou vestindo apenas um top, no caso das mulheres. Apesar da sensação não ser tão agradável, o tecido ajuda a proteger a pele dos raios UV.

corredores

As cores claras ajudam a aliviar o calor, já que tecido preto retém parte do calor do sol.

As roupas também ajudam a prevenir queimaduras de sol e manchas na pele.

Proteja-se do Sol

Mesmo utilizando roupas leves e apropriadas, partes da pele sempre estarão expostas. Mesmo para quem quer pegar um bronzeado, com as temperaturas como estão, é imprescindível utilizar filtro solar com fator mais alto do que normalmente usamos. Isto serve também para pessoas de pele mais escura, que costumam não sentir tanto os efeitos da exposição ao sol e acabam se expondo sem proteção.

Óculos de sol também se torna um item indispensável. Raios ultravioletas podem causar de pequenas irritações até problemas graves de visão.

Bandanas, bonés e chapéus ajudam na proteção quando estiver andando pela rua, mas cuidado, podem aumentar a temperatura da cabeça e causar tontura e dores de cabeça.

Vá pela sombra

A temperatura pode variar bastante de um lugar para outro. O calor no calçadão da praia vai ser bem maior do que na sombra de uma árvore.

ibirapuera2

Em dias mais quentes é importante escolher lugares protegidos, trocar a caminhada na praia por um parque arborizado pode evitar um super aquecimento do corpo e alguns problemas de saúde.

Água, Água, Água

Um dos primeiros problemas que enfrentamos nos exercitando ao sol é a desidratação. Não espere sentir sede para beber água. Crie o hábito de manter o corpo bem hidratado durante todo o tempo, mesmo quando não estiver fazendo exercício. A sede, bem como dores de cabeça e náuseas, podem ser sintomas de desidratação, mas você não precisa chegar nesse ponto para consumir água.

Manter o corpo devidamente hidratado por todo tempo vai garantir não apenas uma performance melhor mas evitar desconforto e problema de saúde.

Quando pensar em beber algo para hidratar-se, tenha em mente que o melhor a se fazer é beber água. Isotônicos, refrigerantes e sucos podem parecer uma boa solução, mas a hidratação ideal deve ser feita a base de muita água.

Encha uma garrafa e carregue com você durante todo o dia, enchendo-a diversas vezes.

Se ficou muito tempo sem beber, principalmente durante exercício físico, não beba muito, nem muito rápido. Vá em pequenos goles, até que o corpo vá normalizando e depois você possa beber normalmente.

Água também pode ser usada para controlar a temperatura externa do corpo. Molhe a cabeça com freqüência e, se possível, molhe uma pequena toalha e coloque ao redor do pescoço nos intervalos dos exercícios.

Esportes Aquáticos

No verão os esportes aquáticos podem garantir o alívio que tanto buscamos, mas todos os cuidados acima devem ser reforçados quando estamos dentro da água.

Na praia ou na piscina a céu aberto acabamos não sentindo o efeito do sol, amenizado pela temperatura da água fria. Não sentimos sede porque estamos molhados ou ingerindo outros tipos de bebida, como cerveja ou refrigerante. Todos esses fatores nos fazem negligenciar grande parte da proteção necessária, às vezes sem perceber.

Na situação climática que nosso país se encontra é bem difícil não modificar alguns hábitos. Por isso as vezes trocar uma atividade que está acostumado, por uma mais refrescante pode ser a melhor pedida. Existem várias formas de substituir seu esporte tradicional por uma alternativa divertida dentro d'água. Quem anda de skate longboard pode experimentar um pouco do stand-pedal ou surf, o pessoal do slackline pode amarrar sua fita sobre uma piscina e os que gostam de exercício aeróbio podem trocar sua corrida por uma boa natação.

Horário e Intervalos

Entre as 11 da manhã e as 2 da tarde o sol está mais alto no céu, estes horários são os mais perigosos para praticar atividades. Se este for o único horário disponível para praticar sua atividade reforce as proteções, mas se possível evite exercitar-se neste período.

Se você faz treinos prolongados é importante criar pausas e intervalos maiores, para o corpo conseguir retomar sua temperatura normal. Tente criar intervalos a cada 15 minutos adicionando um pouco de hidratação a estes intervalos.

Ouvindo seu corpo

Não menos importante do que toda a prevenção e alternativas que você acompanhou, é saber entender as mensagens que seu corpo está mandando. O corpo nos envia sinais o tempo todo, muitas das vezes os ignoramos e só ouvimos quando já sé tornou algo sério.

Fique de olho em alguns desses sintomas e suspenda a atividade imediatamente caso os identifique:


  • Dor de cabeça

  • Boca seca e língua inchada

  • Fraqueza

  • Tontura

  • Confusão Mental

  • Vômito

  • Incapacidade de suar

Esses sintomas podem representar que algo muito sério está acontecendo e, se muitos sintomas graves aparecerem juntos, é importante procurar uma intervenção médica imediatamente.

Exercitar-se é bom, mas é importante saber adaptar-se às condições climáticas e moldar seus hábitos a partir das dificuldades que surgem. Não deixe de buscar acompanhamento médico e o auxílio de um educador físico.

Em caso de dúvidas ou problemas específicos, compartilhe conosco nos comentários para enriquecer a conversa.

Mecenas: Nivea Men

unnamed

Todos os dias, ao acordarem, homens fazem o que precisa ser feito. A insatisfação existe, é verdade, mas  aprendemos, trabalhamos, caímos e nos levantamos. Suamos a camisa, em contínuo aperfeiçoamento.

Neste canal especial do PapodeHomem, teremos diálogos e debates sobre diversas questões do homem. A conversa também acontece no Facebook oficial de Nivea Men, eles tem dito coisas bem interessantes por lá.


publicado em 10 de Fevereiro de 2014, 08:36
12596172 10153389055960906 1551523976 n

Alberto Brandão

É analista de sistemas, estudante de física e escritor colunista do Papo de Homem. Escreve sobre tudo o que acha interessante no Mnenyie, e também produz uma newsletter semanal, a Caos (Con)textual, com textos exclusivos e curadoria de conteúdo. Ficaria honrado em ser seu amigo no Facebook e conversar com você por email.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura