A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Jader Pires não é mais editor do PdH. Jader Pires, o novo colunista do PdH

Sigo por aqui, não mais como editor do site, mas como colunista das histórias Do Amor

Hoje faz exatos dez dias em que não mais preciso acordar e abrir o e-mail do PapodeHomem para conferir minhas tarefas do dia. Eu não sou mais editor da casa. Foram seis anos e uns quebrados. Quase sete. Editor desse site lindo e metido a machão por seis e um pouquinho. 

E agora não sou mais.

Mas minha história com o PapodeHomem segue sendo maior que esse tempo. Em 2009 fui publicar meu primeiro artigo aqui, sobre moda e estilo! Disso, resenhei discos em lançamento, escrevi os primeiros contos que o Gustavo Gitti e o Gus Fune me deixaram publicar. Me lembro que, ainda bancário nessa época, eu escrevia meus textos em um caderninho de rascunho. Levava, depois, as folhas escritas e dobradas no bolso para casa e digitava, já editando o texto, na madrugada para enviar pro PdH. Isso por dois anos, até que, em 2011, fui convidado para fazer parte da equipe, inicialmente em um projeto específico para uma marca e, depois, editando o site do PapodeHomem mesmo. E de lá pra cá escrevi sobre quase tudo, apresentei projetos que eu gostava, filmes que assistia, livros que lia, opiniões que achava sobre masculinidade, política e relações. Participei de projetos bem fodas, viajei a trabalho para fora do Brasil duas vezes, fiz amigos no trabalho que hoje são irmãos, tive estagiários maravilhosos que de vez em quando me chamam pra sentar na mesa do bar. Vi filhos nascerem aqui, acompanhei o dia a dia de duas casas, vi casamentos, gente brigando feio, dei risadas pra cacete.

O PapodeHomem é um barato.

Foto do encontro final do "23 dias pra um homem melhor". Casa cheia

Mas, acima de tudo, vi muita gente se desenvolvendo e avançando. Vi pessoas subindo nos ombros do projeto e de outras pessoas envolvidas aqui e chegando onde elas queriam chegar, ou, enfim, partindo para novas coisas. Outras coisas que não essas daqui do site.

E agora chegou minha vez. Fazer outras coisas que não as coisas daqui.

Seguir.

Mas ainda mantendo a parceria. Ainda roçando gostoso por aqui. 2009 começou minha história aqui, em 2011 firmamos casamento e agora bola pra frente, cada um com suas coisinhas, mas ainda se vendo, trocando abraços.

Mas e o Do Amor?

A coluna segue, firme e forte, sempre quinzenal, sempre às sextas-feiras. Estamos quase na edição 80, ano que vem publicaremos a centésima edição e vai ter, certamente, o livro Do Amor, Vol. 2. Certo?

E pra onde vai o Jader agora?

A minha ideia é seguir com meus projetos, botar coisas pra rodar e fazer avançar o que já tenho nas mãos.

Livros;

Ela Prefere as Uvas Verdes e Do Amor seguem sendo vendidos no meu site. Se você quiser um exemplar assinadinho, só ir lá no jaderpires.com.br.

Este ano pretendo lançar meu primeiro romance, que já está na metade, e ano que vem dar sequência no Do Amor, Vol. 2. Com isso, quatro livros pra botar na praça em 2019.

E seguir publicando. E escrevendo. E publicando de novo.

Cartas de Amor;

A menina dos meus olhos hoje. Eu tô escrevendo a história das pessoas, narrativas reais, relatos confessionais. Colocando no papel o que nós temos de melhor, nossas próprias vidas, nossas próprias vivências. A vida real dá de dez a zero na ficção. 

Quem estiver por aí com uma história gostosa, e quem quer presentear alguém em aniversário de casamento, noivos que querem ter suas histórias contadas na cerimônia ou festa de casamento, para quem está se divorciando, quem quer botar um ponto final em recortes estranhos da vida amorosa. Eu quero escrever a história de vocês.

Quer ser meu cliente? Entra aqui na minha página do projeto Cartas de Amor, dá uma lida boa no desenrolar do projeto e, ao final, me manda uma mensagem querendo orçamento, Vou ter todo o prazer do mundo em falar contigo e ver como viabilizar a sua história ou de quem você ama.  

E a Meio-Fio? Acabou?

Não. Só fui incrivelmente irresponsável com ela por conta de coisas da vida e a newsletter parou por um tempo. Mas vai voltar com força total e nunca mais parará. É meu xodózinho também, adoro enviar as coisas que envio por lá, leituras, meus textos bobos do cotidiano.

Pode se inscrever na Meio-Fio ou pode me caçar lá no seu e-mail que toda sexta vai sair a newsletter pra vocês.

"Outros projetos? Onde eu te encontro, Jader?"

Tem bastante coisa vindo sim. Tudo voltado pra escrita e literatura. Quero falar de livros que estou lendo, fazer recomendações e conversar sobre eles com vocês.

É bem provável que eu me aventure a escrever em outros lugares também, exercitar novos olhares e ambientes. Vocês saberão quando isso acontecer.

Como?

Me encontrando, me seguindo, estando em ambientes em que eu acabo divulgando minhas coisas:

No meu site, o jaderpires.com.br;

No meu Instagram, onde publico umas fotos bonitinhas, mostro as fotos das pessoas que estão me lendo mundo afora e boto uns pensamentos doídos e gostosos sobre o amor;

Na Meio-Fio, minha newsletter semanal.

Agradecimentos

São sempre bem vindos demais.

Obrigado ao PapodeHomem (Guilherme e Ramos) pela oportunidade e liberdade. Gustavo Gitti, Gus Fune, Rodolfo e Fred Fagundes, Felipe Franco, Ismael, Rafa Nardini, Eduardo Amuri, Rodrigo Cambiaghi, Luiza, Aninha Victorazzi e Ana Higa, a Bia, todo mundo que passou pelas casas e trabalhou de modo mais e menos próximo, Mônica na cozinha, Luciano. Todo mundo.

Obrigado aos autores que já tive o prazer de editar. São centenas, adorei montar artigos com todos vocês. Obrigado aos estagiários que deliciaram minha vida por alguns meses, Marcela, Carol, Bruno, Brenão. Que tempo bom foi esse com vocês.

Valeu leitores, dos elogios às puxadas de orelha. A mágica acontece quando vocês chegam mais perto.

 E, precisando, só me chamar que a gente desenrola. 


publicado em 07 de Março de 2018, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura