Mandelbrot e a complexa simplicidade da vida

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Como transpor as formas da natureza em números? O que as superfícies, de qualquer coisa, podem nos ensinar? Como medir superfícies muito extensas ou irregulares? Para responder a essas perguntas, o matemático francês Benoit Mandelbrot participou do desenvolvimento do que ficou conhecido como geometria fractal, ou apenas fractal.

Mandelbrot perdeu a batalha contra o câncer em 14 de outubro desse ano. Mas seu legado não está apenas em livros cheios de equações e constantes. Ele proferiu uma palestra no TED em fevereiro deste ano. Vale a pena ganhar 17 minutos da sua vida ouvindo um cientista tão lúcido e acessível.

Link TED | Para ativar a legenda, clique em "View subtitles" e selecione "Portuguese - Brazil".

Fractal pode ser definido como a matemática aplicada ao mundo natural, que pode ser usada para captar e medir a complexidade das coisas com as quais interagimos. Por esse método, formas matemáticas aparentemente aleatórias seguem um padrão quando divididas várias vezes.

Traduzindo: se você vê uma couve-flor, pode visualizar sua superfície com rugosidade aleatória, mas ao dividi-la você observará o mesmo padrão de superfície. Dividindo novamente, encontrará o mesmo padrão. É como se uma couve-flor fosse formada por milhares de pequenas couves-flores (iguais à maior) e assim por diante.

"Maravilhas surpreendentes surgem de regras simples, repetidas infinitamente." - Benoit Mandelbrot

Se você acha pouco (afinal, temos microscópios eletrônicos pra boa parte disso hoje), saiba que ele publicou a base desse método em 1977 – algo digno de profundo respeito. Esse princípio é utilizado até hoje para medir zonas costeiras e montanhas, antes consideradas imensuráveis.

O legado de Benoit Mandelbrot permanecerá vivo enquanto valorizarmos quem tem coragem e visão para mostrar a perfeição da vida, mesmo em suas complexidades.


publicado em 04 de Novembro de 2010, 07:30
89399bd29d6965db6b0f256284031a98?s=130

Pedro Bizareli

Finge pesquisar Fisiologia e Biofísica pra torrar a bolsa de iniciação científica em belos pratos de nhoque de espinafre à bolonhesa e em ávidas tentativas de marcar o segundo gol no PES. Responde no twitter por @bizareli.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: