Manual da faxina para ogros

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

A coisa mais importante que eu aprendi morando minha vida toda apenas com mulheres foi fazer faxina. Se uma mãe, duas irmãs, três tias (e um bocado de primas) - sem nenhum homem por perto - não são suficientes para transformar qualquer menino em um tarado pela limpeza do lar, acho que apenas uma vida fantasiado de freira em um convento na Albânia conseguiria isso.

Claro que não era assim lá em casa, mas o editor safado pensou que seria legal se assim fosse

Com tanta mulher por perto, só não fiquei menstruado aos 12 anos porque a biologia não deixou. Mas aprendi a limpar uma casa e agora vou usar minha benevolência sem limites para ensinar vocês. No geral, os lares dos homens que moram sozinhos é uma porquice. Nos últimos tempos, as mulheres têm aderido a uma vida mais relaxada. Uma vergonha. Em ambos os casos a culpa é da Internet. Uma página clean no Facebook denuncia uma vida soterrada na sujeira doméstica. Então, vamos aos fatos. Eu garanto dá pra se viver melhor depois disso. E limpar a casa nem dói tanto assim.

Essas orientações servem tanto para fazer a própria faxina quanto escolher um profissional para isso.

Melhor: uma profissional.

Afinal, faxina não é coisa para homem. É coisa para macho com três bolas, artefato raro no mercado dos hormônios. Por isso, não se acha faxineiros homens por aí.

Primeira coisa: começar

Antes ainda de começar uma faxina de verdade, é necessário saber que você terminará e terá tempo para fazer outras coisas. Se você costuma avisar no Twitter que vai faxinar a casa, já é um caso perdido. Não seja estúpido. Todo mundo sabe que o resultado de uma faxina que começa no Twitter é só um “tapa no grosso” para receber a namoradinha. Não é assim que se faz.

Faxina se inicia com concentração, atenção e uma lista de prioridades. Faxina não é futebol. Não tem dois tempos. Jamais comece pela manhã e termine à tarde. Jamais passe mais tempo olhando e reclamando da sujeira do que com uma vassoura ou com um pano nas mãos. Sua casa não tem self clean. A casa da sua mãe tinha.

Afinal, a velha fazia faxina quando não tinha viv’alma por perto para perturbar. Você voltava da escola e estava tudo uma belezura. Mas a sua casa não tem sistema auto-limpante. Não adianta reclamar, chiar, xingar: sujeira não se assusta com cara feia. Saiba que você irá começar e terminar.

Você não é um super-herói e seu super poder não é o de fazer a casa ficar limpa com a mente

Coloque um som bem alto e dite o ritmo da faxina com a música. Eu danço tango com a vassoura. O trabalho é bem menos penoso.

De cima para baixo

Sempre comece a limpeza das partes mais altas da sua casa para as mais baixas. Tire as teias de aranha dos cantos das paredes. Passe pano nos móveis grandes. Não vou perder tempo recomendando produtos de limpeza aqui. Já usei quase tudo que aparece na TV e funciona muito bem apenas na TV.

Use um pano com o solvente universal: a água. Limpe estantes e armários. Descubra algum pano que não solta fiapos. Mesas, prateleiras e tudo que estiver nelas precisam passar por uma desempoeirada. Os eletroeletrônicos precisam sempre de mais atenção. Eu gosto de usar álcool neles. Além de deixar higienizado, o álcool evapora com facilidade e, quando você varrer, a tendência é levantar poeira. Vou explicar como minimizar esse problema. Mas só comece a varredura depois de tirar o pó dos móveis mais altos. É bom ter em casa uma vassoura para ser usada exclusivamente nas paredes, e limpar os cantos.

Coloque as roupas para lavar, mas não estenda antes de terminar a faxina. Uma vez por mês, os vidros vão precisar de um pano. Eu gosto de usar jornal para limpar e secar os vidros. Não deixa lambuzado. É a melhor utilidade que um jornal de papel pode ter hoje em dia.

Varra sem delicadeza

A vassoura não estragará o piso do apartamento alugado. Varra com firmeza. Levante as coisas. Não deixe nada que pode ser movimentado no lugar. Levante tudo que puder ser levantado e coloque em cima de outros móveis maiores. Uma boa característica do relaxamento com a limpeza é a arrumação constante das quinquilharias. Gente séria não tem coisas inúteis em casa. As casas mais arrumadinhas são sempre as mais emporcalhadas. Não se preocupe em deixar nada arrumadinho durante sua limpeza. Faça isso depois. Não arrume nada. Você está faxinando. Você não é uma arrumadeira de hotel. Um bom jeito de fazer uma faxina para francês ver é ir colocando as coisas no lugar enquanto limpa. O resultado será óbvio: a limpeza passará pelas trilhas por onde os bois passam e isso não dura muito tempo.

O Banksy não manja nada de limpeza doméstica

A sujeira é dinâmica. Ela se move. Não arrume a sujeira: elimine-a! Desarrume tudo e varra. Quando mover um móvel para o lugar novamente, varra outra vez ao redor dele. Varra tudo para uma área de encontro comum da casa ou apartamento, como um corredor, por exemplo.

Nunca pense em varrer as coisas para dentro do banheiro ou da cozinha. Vá para uma área comum e faça tudo se encontrar lá. Eu recomendo varrer o banheiro também. Mas, sempre, de dentro para fora. Nunca mande sujeira para dentro do banheiro. Dará mais trabalho depois.

Um bom jeito de minimizar os efeitos do pó é umedecer levemente a vassoura. Eu faço isso no tanque da lavanderia. Bato o excesso d’água e volto para a varredura. Não encharque a vassoura dentro de um balde. Apenas umedeça-a levemente. Dependendo do tamanho da casa, você terá que fazer isso várias vezes. Mas o resultado é bom. Como os móveis altos foram limpos na mesma faxina, eles não ficarão empoeirados outra vez.

Se sua casa tem carpetes, bata eles bastante. Se você tem aqueles carpetes fixos, use um aspirador-de-pó. Se não for o seu caso, o aspirador só será útil para os sofás. Eu gosto de aspiradores. Mas eles não são varinhas-de-condão. Não fazem tudo sozinhos.

Passe pano com força

Depois da varredura: balde, água, cloro e um pano-de-chão limpo. Coisas sujas não servem para limpar nada. Mantenha seus panos-de-chão em bom estado e limpos. Esfregue o pano no chão com um rodo ou de quatro mesmo. Não terá problemas em ficar de quatro, se sua sexualidade estiver em dia. Limpe o chão com a mesma fricção usada na lataria de um Opala 78.

Se sua casa for grande, precisará trocar a água do balde com frequência. Não economize cloro. É muito barato. Pouco importa se o piso da sua casa é de madeira, lajotas ou aquele vinil cafona. Cloro não estraga madeira boa. Depois de limpar o piso, limpe os panos e estenda- os no varal. É bom eles estarem limpos da próxima vez.

Minha mãe tinha uma panela velha para ferver os panos-de-chão com cloro e água. Uma vez, minha namorada foi almoçar lá em casa. Prestativa, a coitadinha decidiu ajudar a secar a louça do almoço. Ela pegou um pano-de-chão e começou a secar a louça. Os panos-de-chão da casa da minha mãe geram confusão com frequência até hoje. Pessoalmente, nunca atingi esse grau de neurose.

Limpa direito, rapá! Não fica fazendo cera não

Cozinha: a gente faz comida naquele lugar, porra!

Povo, cozinha suja é o mesmo que cortar tomate em cima da tampa da privada. Não comece a limpar o chão da cozinha sem que a louça esteja limpa e os balcões também. Aquele escorredor de louça de plástico fica um lixo em poucos dias. Prefira ter um de metal. E, mesmo assim, limpe-o quando estiver sujo. Limpe o fogão e o gradeamento com uma palha de aço. Esfregue! Eu gosto de usar anti-engordurante, mas não funciona sem esfregar. Fogões de aço inoxidável riscam quando você usa palha de aço.

Alternativa a: foda-se.

Alternativa b: só tenha um fogão desses se você estiver disposto a mantê-lo limpo.

As bocas dos fogões são sempre um saco para limpar. Minha mãe tinha um segredo. A coroa deixava as bocas sujas de molho com vinagre dentro da água quente. Funciona. No outro dia, ficava bem mais fácil para escovar com a palha-de-aço.

Limpe a mesa e coloque os alimentos em local seguro, longe dos produtos de limpeza. Quando chegar a hora de limpar o chão, não use o mesmo balde com água e cloro que você usou na casa. Pegue um balde com água limpa e coloque mais cloro. Um litro de cloro custa três

barões. Não tem porque economizar com isso.

Banheiro: homem não tem nojinho de bosta

Nunca consegui limpar um vazo sujo com suspiros de desânimo. O procedimento para limpar um banheiro envolve cloro, água, escovas e esponjas, sabão e muita espuma. Hoje em dia é difícil encontrar um banheiro sem lajotas. Isso é uma vantagem aparente. Mas, entre as lajotas, existe massa de rejunte que fica uma porquice em pouco tempo com a gordura do nosso corpo putrefato. Então, não tem outro jeito: água, sabão e muita escovação.

Limpe antes o espelho, a pia e o vaso sanitário. Deixe tudo ensaboado. Basta enxaguar com um pano molhado e tudo ficará uma beleza. Escove a pobre da pia. Ela sofre com as cuspidas matinais da sua escovação dentária. Jogar uma aguinha na pobrezinha não adianta. Para limpar a privada eu tenho um segredo especial: ajoelhe e meta a cara. Sabe aquela escovinha com bastão que os relaxados têm do lado do sanitário? Só serve para empurrar o corintiano insistente para baixo. Não serve para limpar nada. Escove com uma escova. Meta a mão.

"Tá olhando o que? Continua! Tá cansadinho, tá?"

Ensaboe. Depois - e só depois! -, pode colocar um pouco de água sanitária ou desinfetante.

Vá para o box e esfregue. Limpe o ralo. Vai estar cheio de pelos e cabelos. Use um saco plástico como luva e tire tudo. Escove o chão e as parede do box. Se for o caso, limpe o vidro, escove, ensaboe e enxágue. Eu tive box com cortina durante muito tempo. Em vez de comprar uma cortina de R$20, comprava 10 cortinas de R$2 e trocava praticamente a cada duas semanas.

Não saia do box sem escovar especialmente os rejuntes entre as lajotas. Brinque de Daniel San e faça movimentos circulares com uma escova de cerdas duras. Não esqueça que a parede do banheiro tem uma altura superior a aquilo que está no nível dos seus olhos. Limpe de cima para baixo, sempre.

Eu gosto de deixar o banheiro para ser limpo por último. Depois, sei que o resto estará muito bem feito. Já aproveito parar tomar um banhão. Lave bem as mãos com água e sabão neutro, antes de começar a banhar o seu corpo. Se restar cloro em suas mãos, arderá algumas partes pudendas. Não mata, mas coça. Deixar o peru ser intoxicado por cloro não é agradável. Eu sou esperto e aprendo com meus erros. Você tem a oportunidade de ser mais esperto e aprender com os meus. Lave bem as mãos antes do banho.

Animais no chiqueiro

Cães, gatos, papagaios e outros animais domésticos não podem morar com porcos. Um gato pode ser mais limpo que uma pessoa. Ele usa a caixa de areia, mas ela precisa estar limpa. Gatos soltam pelos. Compre uma ração decente para minimizar esse problema. Rações decentes não custam R$7 por quilo.

Crie vergonha na cara e trate o gato com uma ração boa. Soltará menos pelos. Sete quilos de uma ração boa custam R$150. Tem gente que pensa que animal de estimação vive de fotossíntese.

Ser homem é uma vantagem

Nós, homens, levamos uma séria vantagem nos afazeres domésticos: somos mais minimalistas, temos menos coisas, guardamos menos quinquilharias. Homens não gostam de bibelôs.

Link YouTube | O Cartola, esse sim, manjava das coisas da vida de limpeza da casa

Homens não guardam aquela lembrancinha que o amigo gay trouxe da viagem à Buenos Aires: “estive na casa do caralho e lembrei de você”. Bibelôs de turistas só têm uma utilidade: juntar pó. Agradeça com uma mão e coloque fora com a outra. Se você é suficientemente afrescalhado para ter bibelôs expostos em uma estante, mantenha-os limpos.


publicado em 05 de Agosto de 2012, 10:47
File

Everton Maciel

Everton Maciel é gaúcho e não suporta bairrismo. Só tolera bares que não permitem camisas polo. Nasceu jornalista, mas fez mestrado em Filosofia e mantém um blog próprio, o Blog do Maciel. Tem Facebook e Twitter


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: