O poder do silêncio | Curta PdH #5

Quando foi a última vez que você conseguiu dizer tudo sem falar nada?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Robert Bresson escreveu certa vez que ““O cinema sonoro inventou o silêncio.”

Acho que muitas vezes a gente subestima o poder se comunicar em silêncio, de se fazer entender sem palavras. E sinto que são momentos cada vez mais raros, já que vivemos tempos de telas incessantes e competições disputadas no grito. 

Um Sol Alaranjado, filme de Eduardo Valente  feito em 2001 na Universidade Federal Fluminense, nos mostra um pouco desse poder. É impressionante o quanto a obra consegue dizer muito falando pouco. O quanto um silêncio quase absoluto dos personagens nos revela tudo sobre eles.

Na época, o filme ganhou o prêmio Cinéfondation, em Cannes, que premia curtas-metragens feitos por estudantes de todo o mundo.

Sem mais delongas, aqui está o link do filme (via Porta Curtas).

Me contem o que acharam, a gente se encontra nos comentários :)


publicado em 21 de Novembro de 2016, 11:55
File

Paulo Leierer

Escreve e dirige (tirou sua carta em 2003). É apaixonado por cinema desde que viu "Esqueceram de Mim" e morre de vergonha de escrever em terceira pessoa.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: