Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

O triste fim da Família Dinossauros

Há alguns dias, conversando pelo Whatsapp com um grupo de amigos, alguém tocou no assunto fins de desenhos e seriados infantis dos anos 80 e 90. Logo surgiram em pauta os finais de Changeman, Jiraya, Jaspion, o obscuro e nunca produzido último episódio de Caverna do Dragão, ou mesmo o suicídio conjunto de Tom & Jerry.

Fiquei bastante surpreso ao ouvir falar a respeito do fim oficial da Família Dinossauros.

Um episódio bastante sombrio, que chegou a ser proibido em alguns países por ser considerado impróprio e cruel.

família-dinossauro
No final, nada vai dar certo

Atenção: resumo do episódio. Se preferir, pode ser melhor pular direto para o vídeo.

Dino, o patriarca da família é o responsável pela era do gelo e extinção da sua espécie.

A fabrica de sucos da "Isso é Assim" é responsável pela extinção dos besouros que eram fundamentais para o controle do crescimento de uma videira que passa a se espalhar descontroladamente.

Dino é usado para resolver o problema e melhorar a imagem da empresa, mas na tentativa de acabar com a praga, usa uma quantidade gigante de veneno que destrói toda a vida vegetal do planeta.

Para desfazer este novo erro e recuperar as plantas, acaba dando início à era glacial e ao fim dos dinossauros, incluindo toda a família protagonista da série e o Baby, que não consegue compreender a gravidade da situação.

Em um clima bastante fúnebre, Dino se despede da família e pede desculpas por causar a morte de todos.

Um episódio bastante sombrio, que chegou a ser proibido em alguns países por ser considerado impróprio e cruel.

Vale o play.

Link Youtube

Vocês se lembram de mais finais bizarros como este em seriados infantis antigos?


publicado em 14 de Julho de 2013, 19:12
Avatar01

Luciano Andolini

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Facebook e Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura