Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Tristeza e injustiça: futebol deve usar eletrônicos para evitar erros de arbitragem?

O sorriso que exibia ao carregar um cartaz para lá e para cá pela Fan Fest do Farol da Barra já indicava, mas o nome não deixava margem para dúvidas: na capital baiana, Salvador Chava se sente em casa. Entre as muitas poses para fotos, o estudante mexicano – que chegou ao Brasil ainda em fevereiro para aulas de Engenharia Ambiental – aproveitou um pedaço de papelão para externar o lamento comum a todos os seus compatriotas que vieram para a Bahia: o penâlti marcado para a Holanda no último minuto do jogo de 29 de junho.

 

Salvador chava mexico
Robeeeeeen ¡Puto!, dizia o cartaz de Salvador. Seu amigo escreveu: #Noerapenal...

Unânimes em dizer que o ponta-direita Arjen Robben se jogou, os latinos – que já tinham ingressos comprados para a partida que seu time disputaria caso passasse de fase – decidiram não abrir mão da viagem. Em um desse fenômenos supranacionais que só a Copa (e o sentimento de vingança) explica, somaram forças aos costarriquenhos, seus companheiros de confederação, na torcida contra os algozes.

Depois de uma conversa aberta sobre as falhas e o acertos da Copa, aproveitei para perguntar a Salvador sua opinião sobre uma das maiores polêmicas do futebol atual. Levando em conta a dor da derrota, a tristeza e a sensação de injustiça que um só lance foi capaz de causar a um país inteiro, ele seria a favor do uso de recursos eletrônicos para evitar erros de arbitragem?

Me parece que seria mais justo, mas ao mesmo tempo perderíamos esse tempero que o futebol às vezes tem.

Faz parte do jogo.

***

Uma Copa do Mundo se faz com pessoas.

As que entram em campo, as que viajam para testemunhá-la, as que enchem as ruas, as que se voluntariam, as que torcem e as que veem no evento uma oportunidade para garantir seu sustento ou para extravasar.

A seção “Álbum de Figurinhas” pretende contar, com um microrrelato artesanal e um retrato por dia, a história de algumas dessas pessoas, muitas vezes invisíveis, que povoam os bastidores da Copa do Mundo do Brasil.

salvador

Para ler todos os textos, basta entrar no nosso Álbum de Figurinhas.


publicado em 05 de Julho de 2014, 19:48
Ismael veredas corte jpeg

Ismael dos Anjos

Ismael dos Anjos é mineiro, jornalista e fotógrafo. Acredita que uma boa história, não importa o formato escolhido, tem o poder de fomentar diálogos, humanizar, provocar empatia, educar, inspirar e fazer das pessoas protagonistas de suas próprias narrativas. Siga-o no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura