Acorde naturalmente | Ignição #7

Entre as consequências da privação de sono estão aumento na irritabilidade, dor no corpo, aumento de peso e perda de libido.

Olá, pessoal!

Mais uma quarta-feira, mais uma Ignição chegando!

Queria dizer que estou muito feliz com a recepção que a Ignição vem tendo. Semana passada tivemos recorde de agradecimentos e comentários lindos demais!

Estou bem curioso pra saber como foram as reuniões/conversas de vocês sobre os hábitos nocivos. Portanto, não deixem de contar nos comentários.

Agora, vamos à prática dessa semana!

Acorde naturalmente (ou: tenha uma bela noite de sono)

Vivemos uma vida corrida. Essa é uma afirmação tão óbvia que me dá até uma certa vergonha de escrever. Porém, é bem verdade.

Trabalhamos um monte, estudamos feito uns condenados e ainda precisamos chegar em casa e dar conta de mil outras tarefas pessoais. 

Assim, não é raro ficarmos até mais tarde vendo filmes ou jogando videogame, conversando via WhatsApp ou assistindo stories no Instagram sem parar. Nos finais de semana, enchemos a cara, virando a noite em festas, só pra esticar um pouco o nosso tempo e não sentir que a nossa vida se resume a uma sucessão robótica de dias preenchidos apenas pelas obrigações. 

Na segunda-feira precisamos de um exército de despertadores pra dar conta de arrancar nosso corpo da cama pela manhã. E assim sucessivamente até chegar o final de semana seguinte e repetir o ciclo.

Quando queremos esticar nosso tempo, o maior prejudicado costuma ser o sono. Parece a decisão mais lógica, afinal, "dormir é tempo mal aproveitado" ou "posso dormir quando estiver morto". Esse engano não poderia ser maior.

Sono é precioso e devia ser sagrado. ;)

Entre as consequências da privação de sono estão aumento na irritabilidade, dor no corpo, aumento de peso e pode ser um fator que contribui para problemas graves de saúde como doenças cardíacas, hipertensão ou diabetes.

Rola até perda cognitiva: ou seja, você se torna menos capaz de raciocinar, aprender, se concentrar e resolver problemas. Ou seja você fica literalmente mais burro. 

E se isso ainda não é o suficiente pra você, a privação de sono também está associada à perda da libido. 

O corpo sabe quanto sono precisa e utilizar-se de métodos artificiais pra acordar é fazê-lo operar além da própria capacidade. Afinal, se o corpo está pedindo descanso é por que ele precisa.

Por isso, essa semana, a prática é tentar ter pelo menos uma bela noite de sono e acordar naturalmente, quando a luz do sol surgir e o corpo sentir que está na hora. Depois, claro, venha nos contar se notou alguma mudança de humor, ou de como você sente o corpo.

Sei que tem aí os praticantes hardcore, que preferem aumentar o nível do desafio. Então, pra vocês, sugiro tentar acordar naturalmente por uma semana. ;)

Algumas ideias para lidar com os contratempos

A gente sabe que a vida não é fácil e, pra muita gente, não é opção dormir até mais tarde. Mas, veja bem, essa não é a proposta dessa Ignição.

A ideia é dar ao corpo o descanso que ele precisa. Isso não necessariamente está vinculado ao horário de acordar.

Assim, a primeira sugestão que fica é aprender métodos de relaxamento para facilitar com que se caia no sono. Aqui vai, então, um exercício de respiração para pegar no sono.

Pode ser que você seja do tipo que deita na cama e entra em um fluxo louco de pensamentos e acaba ficando muito inquieto. Uma dica contraintuitiva é justamente levantar-se da cama, fazer alguma atividade não muito estimulante por meia hora, mais ou menos e depois voltar. A ideia é evitar a associação do ato de deitar com a atividade mental intensa. Esse artigo aqui tem essa e muitas outras dicas naturais que podem ajudar.

É recomendado evitar luzes muito fortes (incluindo, principalmente, telas de celular ou computador), uma vez que elas são super estimulantes. No caso do celular, em especial, com o uso de redes sociais, é melhor evitar, já que elas são justamente projetadas pra manter você preso por horas.

Minha dica pessoal é desligar-se das atividades pelo menos uma hora antes do horário de dormir. Assim, você começa o processo de relaxar a mente e o corpo até cair no sono.

Vale calcular o horário de maneira a permitir a quantidade de horas que o seu corpo precisa (em geral, oito horas ou mais, mas com o tempo você acaba descobrindo a quantidade ideal).

* * *

Essa é a Ignição da semana, pessoal!

Aguardo vocês nos comentários, dizendo quem vem testar a prática e também dizendo como foi na semana passada.

Abraços a todos e até quarta-feira que vem!

* * *

O que é a coluna Ignição?

Resumindo: queremos iniciar processos de transformação por meio de ações práticas.

Aqui no Papo de Homem temos trocentos textos filosofentos falando de tudo. Agora, vamos pra outra abordagem.

Menos papo, mais ação.

Você está perdido e não sabe o que fazer da vida? 

Aqui vamos oferecer um ponto de partida, ações simples que você possa usar como um aquecimento, que coloque seus "músculos" no ponto para você gradativamente começar a lidar com seus problemas de frente.

Como funciona?

Toda semana vamos sugerir ações práticas acessíveis, para que você possa sair da inércia.

Depois, pedimos que venham aqui no artigo e relatem, em detalhes, como foi a experiência. Vale qualquer coisa, inclusive e principalmente, se der tudo errado, pois é nessas horas que a gente precisa de apoio e a coisa de termos uma comunidade mais vai fazer sentido. Nos colocando em movimento vamos começar a descobrir irmãos, amigos, enfim, parceiros de transformação.

Com o tempo, vamos cultivar uma rede de parceiros, dispostos a transformar suas vidas e também conversarem sobre o processo todo como uma forma de se incentivarem e se apoiarem. 

A Ignição é incrível, onde encontro os experimentos anteriores?

Muito fácil! Basta entrar na coleção Ignição.

Já conhece o ebook "As 25 maiores crises dos homens — e como superá-las", produzido pelo PdH?

 
 

Se deseja adquirir ou presentear alguém que possa se beneficiar, compre a sua edição aqui.

Para conhecer mais sobre o conteúdo do livro e tudo que vai encontrar lá dentro, leia esse texto.

Ao comprar o livro, você também ajuda a manter o PapodeHomem vivo.

Nosso rendimento com anúncios caiu drasticamente nos últimos dois anos, assim como aconteceu com toda a indústria jornalística, no Brasil e no mundo (a verba agora se concentra no Facebook e no Google). Como o que fazemos é para vocês e não para gerar o maior número de clicks com textos vazios, essa ajuda é essencial para nossa sustentabilidade.


publicado em 27 de Junho de 2018, 22:12
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura