Adriano Silva | Por que a gestão por colisão está fora de moda? | O Papo #6

Num papo descontraído, cheio de risadas e confissões, Adriano Silva foi além do currículo extenso. Humanizou a conversa, levantou questões importantes e inspirou quem esteve por lá — e a gente espera que você também se inspire por aí.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

"As empresas são abstrações, cara. O que existem são as pessoas dentro das empresas."

Sócio-fundador e CEO da The Factory e da Damnworks, Adriano Silva também é conhecido por sua trajetória de sucesso na editora Abril — lançando revistas como Mundo Estranho, Você S.A. e Vida Simples, além de reformular a Superinteressante — e por fundar o Draft, projeto editorial dedicado a cobrir a expansão da inovação disruptiva no Brasil.

Na primeira parte da conversa, que você acompanha agora, Adriano jogou na mesa uma questão delicada no universo corporativo: não há mais espaço para a gestão por colisão. "Essa gestão é aquela em que você até estimula as pessoas a se baterem, a se morderem, a se machucarem pra ver quem sai vivo depois. A solução é o contrário, é você tratar as pessoas como time. Todo mundo tem voz, todo mundo tem vez, todo mundo tem uma contribuição".

Link do Youtube

O papo me fez lembrar de uma história. Certa vez, um amigo muito querido compartilhou comigo sua angústia em se demitir de um trabalho e aceitar uma proposta melhor. Perguntei o porquê e ele me respondeu que no trabalho antigo o chefe o via como um parceiro e não como um possível competidor e que isso fazia toda a diferença. Há espaço pra todo mundo, foi mais ou menos o que ele me disse, à época.

Quando ouvi de Adriano que bons líderes contratam gente tão boa quanto eles, entendi o que aquele meu amigo queria dizer. Minhas experiências profissionais foram, em sua maioria, gratificantes. Ambientes saudáveis, colegas de trabalho queridos e chefes compreensivos. Dei muita sorte em alguns trampos, em outros tive de sambar no miudinho pra me adaptar, é verdade. E isso me faz pensar na importância de estarmos em ambientes que não sejam tóxicos.

Neste artigo da Business Insider, há cinco indicações de que seu ambiente de trabalho talvez não seja um lugar legal — dentre elas, claro, está um ou mais líderes tóxicos no sistema. O inacreditável é que ainda temos de dizer o óbvio: ninguém se beneficia nessas dinâmicas.

Em uma pesquisa feita pela Harvard Business Review, gerentes, CEOs e outros empregados apontaram que tais ambientes esmorecem o apreço pela vida profissional, diminuem o empenho intencional no trabalho e reduz a qualidade de entrega — 12% dos 14 mil entrevistados disseram ter deixado o trabalho por tratamento abusivo. Ou seja: faz mal para o empregado, e faz mal para o negócio do empregador.

Adriano Silva também sabe disso. Ele é autor do livro "Ansiedade Corporativa — Confissões sobre estresse e depressão no trabalho e na vida", um testemunho franco sobre temas considerados tabu no universo do trabalho.

Apesar de muitas vezes censurado, o assunto é urgente: "Um chefe ruim transforma a melhor empresa do mundo, essa que ganha prêmios great place to work, num inferno. A empresa não conta, galera, o que conta é o teu chefe".

Para os comentários, queria propor a seguinte conversa: e você, já passou por ambientes tóxicos de trabalho? Compartilhe com a gente sua experiência e de que forma conseguiu solucionar o problema.

* * *

Nota editorial: essa é a primeira parte da entrevista com o Adriano Silva, jornalista, empresário e criador do Projeto Draft. Nas próximas semanas, soltaremos mais duas partes dessa conversa. ;-)

Digam nos comentários se preferem assim ou com um único vídeo, mais longo, como fizemos com os quatro primeiro episódios?

* * *

Mecenas: Consul Cervejeira

Conversas bem pensadas pedem uma cerveja no ponto. A Cervejeira Consul tem controle eletrônico de temperatura para deixar sua cerveja perfeitamente gelada e sem complicação.

Consul será o Mecenas da segunda temporada d'O Papo.  Vamos trazer convidados que tem ideias bem pensadas para dividirem suas visões, provocar, questionar e, por que não?, brindar conosco.

Toda semana uma entrevista diferente aqui no canal do Papo.

 


publicado em 01 de Novembro de 2016, 18:59
15156818 1157572800997192 7054685597498848471 o jpg

Gabrielle Estevans

Gabrielle Estevans é jornalista, editora de conteúdo e coordenadora de projetos com propósito. Certa feita, enamorou-se pela palavra inefável. Desde então, também mantém uma lista de pequenas coisinhas indizíveis.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: