É impossível ser feliz sozinho... | Melhores comentários da semana

O que nos faz evoluir é nossa capacidade de trocar ideias

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Recentemente tive a oportunidade de sair do Brasil e conhecer países diferentes pela primeira vez na vida. A viagem foi extremamente enriquecedora, lugares incríveis, pessoas diferentes, comidas novas, aquela história toda, mas uma coisa especificamente me chamou a atenção.

Em alguns países europeus as coisas funcionam tão bem que seria possível passar um dia inteiro sem falar com absolutamente ninguém. Na Alemanha, por exemplo, você pode acordar, tomar seu banho, passar um café, chamar o elevador, abrir o portão, pegar um ônibus, bater o ponto, limpar seus emails, fazer seus relatórios, ir ao supermercado, pagar num autoatendimento, voltar pra casa, ligar a tv, tomar uma boa cerveja, voltar a dormir e passar o dia inteiro sem falar com ninguém.

Mas aí eu fiquei pensando: quanto tempo você suportaria viver assim?

Talvez você conheça alguém que foi morar num desses países onde o dia é realmente curto no inverno e acabou entrando em depressão. Talvez você já tenha visto um desses filmes da Rússia, da Suécia, ou sei lá de onde, em que o personagem é totalmente introspectivo. Talvez você consiga imaginar um cenário onde nem precisamos ir tão longe assim pra ficarmos isolados do resto do mundo. Mas, e aí, dá pra ser feliz assim?

Essa semana a gente discutiu nossa capacidade de sermos autossuficientes aqui no PapodeHomem. Além de nos perguntarmos se é possível, queremos saber, é desejável?

Recentemente, percebi que há quase um consenso entre os biólogos a respeito da nossa condição de estar no topo da cadeia alimentar não ser derivada do fato de sermos mais inteligentes, mas da nossa capacidade de transmitir o conhecimento, socializarmos melhor e sermos capazes de colaborarmos mais eficientemente uns com os outros para atingir um objetivo comum maior. Foi isso e não o contrário que nos fez sair das cavernas e percorrer todas as fases da história até chegarmos onde estamos hoje.

Eu acredito nisso e, como profissional da comunicação, preciso acreditar nisso. Se não for verdade, boa parte da minha vida e tudo que fazemos aqui no PapodeHomem, perderia o sentido. Felizmente, parece que é e os comentários que destaquei dessa semana, corroboram isso:

Em Prisão Autossuficiência, por Alex Castro

Uma figurinha carimbada da comunidade deu o tom. No texto do Alex, a Estela veio nos contar como ela precisou superar a tendência de tentar não se envolver demais com outras pessoas para viver melhor:

Em Menos eu contra você (e talvez mais nós contra eles), por João Baldi Jr.

Num outro texto da casa, o Diego Palomo, um outro comentarista de carteirinha, apareceu para reforçar a importância de estar aberto a ouvir outras pessoas a fim de evitar que passemos a vida inteira numa ilusão:

Em Como lidar com a sensação de abstinência, por Alberto Brandão

Já no texto do Brandão, outro comentarista recorrente, o Filder, compartilhou conosco sua experiência e incentivou pessoas a fazer mais isso para que, trocando informações, todos nós possamos avançar:

Em Queremos escutar você, como realmente se sente em meio a conversas sobre machismo e feminismo?, por Guilherme Nascimento Valadares

No texto do Gui, nosso esforço em tentar ajudar na construção de diálogos melhores foi incentivado pelo Luís Fernando Oliveira, que defendeu mais abertura de todos nós em relação a qualquer assunto:

Vamos juntos?

***

Melhores comentários da semana é uma série de artigos, sob curadoria de Breno França, publicada semanalmente às sextas-feiras para levantar as principais contribuições que os membros de nossa comunidade de leitores deram ao nosso conteúdo.

Fora isso, estamos fazendo também, toda sexta-feira às 17h, uma transmissão ao vivo pelo Facebook do PapodeHomem, onde comentamos o que de melhor na semana da nossa equipe e no editorial do PdH.

Esse vídeo aqui é o da vez. Olha só:


publicado em 24 de Março de 2017, 20:04
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: