Novidades…

Feriado de intensos trabalhos no QG PapodeHomem. Estiveram hospedados aqui – e ainda estão presentes – Lucas Cerro, Gus Fune, Pablo Fernandes e Maurício Garcia. Logo mais, madruga adentro, partem para suas respectivas cidades pelo aeroporto de Congonhas.

E além da esbórnia consumada na segunda festa oficial PdH em parceria com os amigos e gatas do Diário de Solteiro, temos mais novidades.

trio
Clique na imagem para ver o resto das evidências. Segundo boatos, a festa teve vários PTs.

Trata-se do layout 3.1. É um mix da versão 2.0 com a 3.0 . E não, ainda não é o prometido “novo” layout. É o retorno a uma estrutura mais funcional, com três colunas, que volta a valorizar nossos doutores, e permite melhor posicionamento da publicidade e dos links de parceiros na sidebar direita.

Retrospecto

pdh_20061205
O original, com a primeira enquete feita, em Dezembro de 2006

pdh_20071009
A versão 2.0, feita pelo talentoso Walmar Andrade, ao final de 2007

pdh_20090615
A versão roots 3.0, do começo de 2009…

Quanto ao famigerado novo layout, adianto que temos a logomarca pronta. O resto está em gestação, tivemos divergência de opiniões e resetamos o processo, re-começando do zero.

Recebemos mensagens de apoio e propostas de novos colaboradores interessados em escrever para a revista. Vamos responder vocês, folks. Sempre temos espaço para bons textos.

A história segue. Mais do que nunca, um prazer compartilhar nossas aventuras, desventuras, acertos e erros, com vocês.

Finalizo o Domingo, na verdade já é Segunda, com um wallpaper absoluta-geek-mente insano.

starwars_rock_band
Star Wars Rock Band, biatch. Clique, para ampliar e baixar a versão fuckin big.

Vamo que vamo, 2009.

EDIT: Tem mais fotos da festa aqui, cortesia do grande parceiro Cris Gusmão.


publicado em 14 de Junho de 2009, 23:47
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura